A História da ADT

A Associação para o Desenvolvimento do Torrão é uma instituição particular sem fins lucrativos constituída por escritura pública a 8 de Setembro de 1995, no Cartório Notarial de Arraiolos.

A ADT foi oficialmente reconhecida como Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) a 18 de Maio de 2000, com o estatuto de Pessoa Coletiva de Utilidade Pública.

A Associação para o Desenvolvimento do Torrão encontra-se sedeada na Rua 2 de Abril, Antiga Escola Primária n.º2 no Torrão contando com instalações em outros pontos do concelho de Alcácer do Sal onde desenvolve algumas das suas atividades.

Entre o ano de 1996 e 2000 a Associação deu início à sua atividade com a execução do Programa “Recuperação de Centros Rurais”, que permitiu enriquecer a freguesia do Torrão com infraestruturas importantes para o bem-estar e para o desenvolvimento cultural, desportivo e social. Durante este mesmo período a ADT deu apoio a projetos de promotores privados, em parceria com o IFADAP, a CCDR, a Associações de Agricultores, as Associações Empresariais e o Centro Distrital de Segurança Social de Setúbal.

Ainda no ano de 1996, em parceria com o IPJ – Instituto Português da Juventude, a ADT inicia um conjunto de atividades para as férias de Verão dos Jovens, por meio do Programa OTL – Ocupação de Tempos Livres, e torna-se promotora do Gabinete UNIVA, em parceria com o Centro de Emprego de Alcácer do Sal e o Centro de Formação Profissional de Santiago do Cacém, presentemente com a designação de GIP – Gabinete de Inserção Profissional.

No ano de 1997, com o apoio da Junta de Freguesia do Torrão, da Fundação Oriente e Calouste Gulbenkian, do Instituto Português do Livro e das Bibliotecas e dos Cafés Delta foi inaugurado o Espaço Lúdico/Informativo Universo das Artes, destinado a crianças e jovens do Torrão. Neste mesmo ano a ADT começou a promover os Certames de Santa Maria, que possibilitavam a promoção e a divulgação dos produtos e serviços locais.

Entre 1999 e 2002, a Associação elaborou um projeto relativo ao Programa Iniciativa Piloto de Promoção Local do Emprego no Alentejo (PIPPLEA), que permitiu expandir a sua área de intervenção à vizinha freguesia de Odivelas (concelho de Ferreira do Alentejo).

Em 2000, a Associação para o Desenvolvimento do Torrão, depois de ter sido reconhecida como IPSS, estabeleceu um acordo de Cooperação com o Centro Distrital de Segurança Social de Setúbal para o Centro de Atividades de Tempos Livres – Universo das Artes.

Nos anos que decorreram entre 2002 e 2004 decorreu o Projeto “Todas as idades”, no âmbito do Programa Operacional Emprego Formação e Desenvolvimento Social (POEFDS). Este projeto contou com a parceria do Centro Distrital de Segurança Social de Setúbal, o Centro de Emprego de Alcácer do Sal e a Santa Casa da Misericórdia do Torrão.

De 2003 a 2004, decorreu o Projeto Horizontes do Conhecimento, desenvolvido no âmbito do Programa Operacional Sociedade da Informação, que através da disponibilização de um espaço internet promove até hoje de forma gratuita, a generalização do uso da internet para todos, em particular a pensar em grupos de indivíduos com especiais problemas de (re) inserção no mercado de trabalho e jovens em transição da escola para a vida ativa.

Em 2004 a Associação foi acreditada pelo INOFOR (Instituto para Inovação na Formação). Sendo neste momento, uma entidade formadora certificada, desde dezembro de 2014, pela Direção Geral do Emprego e das Relações do Trabalho (DGERT).

Ainda no ano de 2004 a ADT desenvolveu o Projeto “Querer Ser”, no âmbito do Programa SER CRIANÇA, do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, que procurou intervir na problemática do insucesso e abandono escolar, com a parceria de um vasto número de entidades, entre as quais o Centro Distrital da Segurança Social, Direção Regional de Educação do Alentejo, a ARS – Centro de Saúde de Alcácer do Sal, o Agrupamento de Escolas do Torrão, Santa Casa da Misericórdia de Alcácer do Sal, Santa Casa da Misericórdia do Torrão, Associação Desportiva Torino Torranense, Sociedade Recreativa 1.º de Janeiro Torranense.

A partir de 2005 a ADT torna-se membro do Núcleo Executivo e do CLASAS da Rede Social do Concelho de Alcácer do Sal. Deste mesmo ano até 2007 a Associação torna-se promotora do Projeto “Construir Gerações”, no âmbito do POEFDS, Eixo 5 – Promoção do Desenvolvimento Social, Medida 5.1 – Apoio ao Desenvolvimento Social e Comunitário, com as Ações Tipo: Promoção da Participação e da Ação Comunitária, e a Melhoria de Competências Pessoais e Sociais.

Entre 2006 e 2007 foi realizado o estudo prospetivo “Freguesia do Torrão – Que Futuro?”, com o principal objetivo de identificar e justificar os potenciais setores de atividade a serem alvo de investimento na freguesia do Torrão.

Em 2006 a ADT tornou-se a entidade mediadora do Programa Comunitário de Ajuda Alimentar a Carenciados, no presente designado de FEAC – Fundo Europeu de Auxilio a Carenciados. Em 2013, a Associação tornou-se também beneficiária através do Centro Infantil de Alcácer do Sal “Universo da Brincadeira”.

Em Dezembro de 2007 foi criado o CAFAP (Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental) através de um acordo de cooperação com o Centro Distrital de Segurança Social de Setúbal. Esta intervenção abrange os concelhos de Alcácer do Sal e de Grândola, através de uma resposta social destinada ao estudo, prevenção e apoio sócio-terapêutico a crianças e jovens em situação de risco social ou em perigo e às respetivas famílias. Na Modalidade de Preservação Familiar.

No ano de 2008, através de protocolo com o Instituto de Segurança Social, I.P. e a Câmara Municipal de Alcácer do Sal, no âmbito do Programa de Contratos Locais de Desenvolvimento Social, a ADT torna-se coordenadora local da parceria do Contrato Local de Desenvolvimento Social de Alcácer do Sal, com intuito de contribuir para a inclusão social da população do concelho, de forma multissectorial e integrada, com especial atenção aos grupos populacionais mais vulneráveis, sobretudo idosos.

Neste mesmo ano (2008), a ADT torna-se membro do Conselho Geral Transitório e posteriormente do Conselho Geral do Agrupamento de Escolas do Torrão, da Plataforma Supra Concelhia da Rede Social do Alentejo Litoral e do Grupo de Ação Local Terras de Dentro.

Em 2009, a Associação integrou a parceria local para o Programa de Ação “RUAS – Regeneração Urbana de Alcácer do Sal… do Castelo do Sado”.

Em 2011 a convite do Centro Distrital da Segurança Social integra o NLI – Núcleo Local de Inserção do concelho de Alcácer do Sal, participação que se mantém até à presente data.

Em 2012 a Associação tornou-se membro da Rede Nacional dos Centros de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental.

Em 2012, no âmbito do processo de transferência dos Estabelecimentos Integrados da Segurança Social, a Associação para o Desenvolvimento do Torrão passou a ser a Entidade Gestora do Centro Infantil de Alcácer do Sal “Universo da Brincadeira”, o qual contempla três respostas Sociais, Creche, Creche Familiar e Pré-escolar.

Desde 2013 até à presente data, integra a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Alcácer do Sal (CPCJ), na Modalidade Alargada e Restrita.

No final de 2015, a ADT integrou a Rede Social do Concelho de Grândola.

Desde 2015 que mantém um Protocolo de colaboração com a APF – Associação para o Planeamento da Família.

Em 2016, a Associação torna-se a Entidade Promotora do Serviço de Intervenção Precoce de Alcácer do Sal, a Equipa Local de Intervenção Precoce de Alcácer do Sal (ELIPAS), está sedeada no Centro de Saúde de Alcácer do Sal.

Em 2016 foi celebrado protocolo de cooperação com a Ordem dos Psicólogos Portugueses, passando a ADT a ser uma entidade recetora de estágios profissionais.

Em 2017, associou-se à UDIPSSS – União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Setúbal.

A 30 de novembro de 2017 foi celebrado acordo de cooperação com o Centro Distrital da Segurança Social de Setúbal para a resposta social CAFAP (Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental), tendo o mesmo sido revisto a 1 de abril de 2015.

O CAFAP “Universo da Família” é um serviço de apoio especializado às famílias com crianças e jovens, vocacionado para a prevenção e reparação de situações de risco psicossocial mediante o desenvolvimento de competências parentais, pessoais e sociais das famílias.

O CAFAP desenvolve a modalidade de Preservação Familiar para os concelhos de Alcácer do Sal e de Grândola.

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish